M2 Arquitetura Interiores & Sustentabilidade | (31) 99800-0372 | (31) 99266-1513  ola@m2arquiteturaeinteriores.com

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle

Guia para fazer uma reforma rápida em casa


Foto: Organizzarte

As palavras "reforma" e "rápida" parecem andar sempre longe uma da outra, não é? Mas, na verdade, fazer uma reforma rápida é um dos maiores desejos de quem quer mudar alguma parte da casa. Se você se reconheceu nessa situação, esse post vai ajudar.

Vamos fazer um guia da reforma rápida, para ajudá-lo a entender quais são os principais fatores a serem considerados para não deixar a obra sair do controle e do prazo definido!

Planeje-se bem

Planejar a reforma é o primeiro passo para garantir o sucesso. Então, reúna-se com sua família, ou com as pessoas que moram com você, e estabeleçam seus objetivos. Nessa hora, pode ser que você conheça pontos de vista diferentes do seu, e o que é uma prioridade para você, pode não ser para o outro. Por isso a reunião vai ser tão importante.

Além disso, organizem a lista de prioridades pensando se toda a reforma será feita de uma só vez ou se você vai precisar fazer a obra em mais de uma etapa. Com isso você poupa tempo pesquisando e fazendo orçamentos de coisas que não vai executar por agora.

Lembre-se também de planejar a sua situação durante a obra: vai continuar morando em casa ou vai precisar se mudar por um tempo? Se for ficar em casa, é importante pensar em reformar um ambiente de cada vez, assim você não fica sem um espaço privado. Já se você decidir se mudar por um tempo, até a reforma acabar, procure os locais onde você poderia se hospedar, como a casa de um amigo ou familiar, um hotel ou alugar um apartamento.

Foto: DMaisB

Busque referências

Procurar referências na internet não é só um passatempo. Elas servem para ajudar a clarear as ideias e entender que tipo de reforma você pretende fazer. Essa pesquisa não deixa de ser também uma forma de se planejar. Com ela será mais fácil decidir, por exemplo, se você vai demolir uma parede para ter uma cozinha americana ou se vai mantê-la num cômodo fechado.

Fora isso, é importante buscar referências de estilo de decoração. Assim você pode entender melhor sobre o seu gosto e o que é mais funcional para o seu uso. Com as inspirações das imagens você vai clarear muitas ideias que já tem e até resolver algumas das suas dúvidas, ajudando a poupar tempo quando a reforma começar.

Essas referências também podem e devem ser mostradas ao profissional que ficará responsável pelo projeto e pela obra. É aquela ideia: uma imagem vale mais que mil palavras. As vezes não conseguimos transmitir nossos desejos somente com as palavras, e as referências são amigas nessa hora. O Pinterest é uma ferramenta ótima para buscar inspirações de decoração!

Projeto M2 Arquitetura

Foto: Luiza Villarroel

Contrate profissionais confiáveis

Para conseguir fazer uma reforma rápida, você precisa contar com profissionais competentes. De nada adianta fazer um bom planejamento e ter as referências em mãos se o profissional encarregado sempre se atrasa, não comparece aos compromissos, ou não retorna suas ligações.

Um bom arquiteto é aquele com quem você se identifica, e que atende as suas demandas e necessidades. Você também pode pedir por depoimentos de clientes anteriores, e ver o que eles têm a dizer sobre esse profissional. Ele vai te instruir para ajudar a tomar boas decisões de projeto e também na obra. Uma reforma envolve alguns riscos, porque nem sempre o que você deseja pode ser executado, e algumas situações fogem do nosso controle. Nessas situações, um profissional qualificado tem experiência e conhecimento técnico para decidir e solucionar essas questões.

Peça para seu arquiteto ou engenheiro indicar os profissionais para a execução da obra, como pedreiros, pintores e eletricistas. Além disso, na hora de contratar tais profissionais, o ideal é realizar o pagamento por empreitada, e não por dia. Assim ninguém ficará procrastinando e fazer a obra de forma rápida será um interesse comum a todos.

Faça uma estimativa do seu orçamento

Essa parte parece complicada, porque uma fase influencia diretamente na outra. É difícil ter um orçamento exato da obra sem ter, pelo menos, um projeto inicial. Da mesma forma, como você pode saber se vai mesmo reformar sem saber quanto vai gastar?

Por isso, pense primeiro na sua disponibilidade financeira para arcar com essa obra. Com base no seu orçamento mínimo você vai decidir se vai reformar tudo de uma vez ou se vai precisar fazer em etapas.

Pesquise bem os preços de materiais e o preço da mão de obra antes de contratar e evite comprar materiais na primeira loja que visitar. Lembre-se também que, numa reforma, algumas coisas fogem ao nosso controle, então é bom planejar uma reserva extra para esses imprevistos.

Para ajudar você pode utilizar o CUB (Custo Unitário Básico), que é um indicador do custo por metro quadrado de construção. Este indicador é muito utilizado no mercado imobiliário, e leva em conta os materiais, insumos, mão de obra e equipamentos necessários na construção civil, de acordo com o padrão construtivo (baixo, médio ou alto) e com o tipo de empreendimento (residencial, comercial, industrial).

Porém, o CUB não inclui custos com elaboração dos projetos, aprovação nos órgãos competentes ou custos com instalações como elevadores, fundações especiais, dentre outros. Alem disso, é um custo para construção, e não para reforma, fazendo com que a distorção do valor seja alta. Portanto, o CUB pode ser utilizado para dar uma orientação quanto ao valor da obra, mas para o cálculo do custo real é necessário realizar um orçamento completo com as especificações do projeto.

Essa fase exige uma dedicação para fazer ligações, pedir orçamentos, visitar lojas e fazer pesquisas. Mas é bastante recompensador, já que você vai descobrir onde pode economizar e entender o real valor do seu dinheiro.

Tenha um cronograma bem definido

É difícil fazer uma reforma rápida se o seu conceito de rápido é diferente do outro. Por isso, converse com o profissional envolvido para estabelecer um cronograma para a obra. Ela passará por alguns estágios antes de terminar, e estabelecendo prazos para cada fase ser cumprida, ficará mais fácil se planejar para não extrapolar o tempo definido.

Pense em algumas fases básicas como:

  • Demolições e construções

  • Instalações hidráulicas

  • Instalações elétricas

  • Forro de gesso e iluminação

  • Assentamento dos revestimentos e acabamentos

  • Pintura

  • Montagem dos móveis

  • Retoques finais e limpeza

Decida junto aos profissionais um prazo mínimo e máximo para a execução de cada etapa e você terá um tempo total para a obra. Lembrando que aqui também é importante considerar um tempo extra, caso ocorra algum atraso imprevisto.

Neste texto você aprendeu um guia básico para fazer uma reforma rápida em casa. Mostramos quais pontos são essenciais para atingir esse objetivo e te motivar a reformar para ter a casa dos seus sonhos! Você gostou desse texto? Então ajude compartilhando-o nas suas redes sociais e mostrando para seus amigos!